O dízimo bíblico

O texto deste estudo foi atualizado nesta data: 30/03/2013

Também as dizimas do campo, da semente do campo, do fruto as árvores, são do Senhor, santas são ao Senhor. Porém, se alguém das suas dizimas resgatar ou tirar alguma coisa acrescentará seu quinto sobre ela. Lv 27:30-31

Segundo o Dicionário Global da Língua Portuguesa, Edição atualizada de 1999, do editor Raul Maia, pg. 342, dízimo significa a décima parte, imposto equivalente à décima parte (dízimo significa dez por cento). Biblicamente o dízimo é cobrado para manutenção da obra ou da igreja de Deus, como qualquer outra associação, onde seus sócios contribuem mensalmente com um valor pré-estipulado pela direção para a manutenção da própria sociedade, com uma diferença: Deus dá condições para o homem viver e sobreviver, dá saúde e outras posses, e então diz: Trazei o dízimo a Casa do Tesouro para que haja mantimento na minha casa (igreja) (Ml 3:10). Já as associações cobram mensalidades, as vezes maiores que a décima parte, no entanto pouco fazem em benefício dos sócios. Mas Deus é o dono de tudo, e o homem de nada é dono, apenas administra enquanto vive o que Deus dá.

 DÍZIMO PELA FÉ E POR VOTO

 1-Em Gn 14:18-19 Melquesedeque abençoou o patriarca Abraão. Qual foi a reação do patriarca? Gn 14:20. Hb 7:2.

 2-O que levou Jacó fazer um voto, e que pedido fez a Deus? Gn 28:20-22.

3-Jacó foi ricamente abençoado (Gn 30:37-43). Ele pagou o voto que fez a Deus? Gn 35:7

Abraão deu o dízimo de tudo que tinha, porque reconheceu que só feriu o rei Quedorlaomer e seus aliados (Gn 14:17) porque Deus estava com ele e lhe abençoou nas guerras e nas posses que tinha. Em Gn 28:20-22 Jacó fez um voto dizendo que se Deus  lhe abençoasse, e lhe guardasse em sua viagem, Ele devolveria o dízimo de tudo,  se revelando dizimista condicional. O voto de construir a casa de Deus Jacó cumpriu em Gn 35:7. Ele disse que certamente entregaria o dízimo e com certeza entregou.

DÍZIMO COMO MANDAMENTO

4-Sobre o dízimo: Que mandamento deixou Deus para seu povo? Lv 27:30-32,34.

Esta é a forma correta para devolução dos dízimos: se a renda for de mil reais, devolve cem reais para o Senhor, o que é equivalente a 10%. Mas se foi necessário gastar os cem reais que na verdade é do Senhor, quando for devolver, deve-se acrescentar a quinta parte sobre os cem reais, ou seja, divide cem por cinco, que é igual a vinte reais, totalizando assim cento e vinte reais.

ROUBAR A DEUS

 5-Qual a forma, pela qual, o crente rouba a Deus? Ml 3:8.

Há crentes que acreditam que enganan a Deus na entrega parcial dos dízimos ou das ofertas. At 4:36-37 diz que Barnabé vendeu uma herdade e trouxe o preço e depositou aos pés dos apóstolos. At 5:1-4 diz que certo homem chamado Ananias quis fazer o mesmo, mas reteve parte do dinheiro e apresentou aos apóstolos como se fosse integral, e apenas sua esposa sabia. Disse Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo e retivesses parte do preço da herdade? Guardando-a não ficava em teu poder? Por que formaste este desígnio em teu coração? Não mentistes aos homens, mas a Deus. Pedro explicou que ele não era obrigado doar o dinheiro, mas que não podia mentir, dizendo que aquele valor era todo o preço da herdade. Se Ananias tivesse falado aos apóstolos o preço certo da venda da herdade e que entregaria apenas parte do valor e que ficaria com o restante estaria dizendo a verdade, logo não pecaria e não teria morrido, conforme diz o v.5. Da mesma forma se não tivesse levado nada, pois não era obrigado a doar sua herdade.

Voltando a análise de Ml 3:10,12-13: Trazei todos os dízimos a casa do tesouro para que haja mantimento na minha casa e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos. E todas as nações vos chamarão bem-aventurados, porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o Senhor dos Exércitos. As vossas palavras foram agressivas para mim, diz o Senhor. Entendemos que essas palavras eram dirigidas exclusivamente para o povo de Israel, e não a todas as nações, inclusive a ordem quanto à entrega dos dízimos. Mas Deus, através de seu filho Jesus Cristo,  adotou os estrangeiros convertidos como filhos.

Paulo disse aos romanos (os quais logicamente não eram israelitas): Porque não recebeste o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba Pai (Rm 8:15). Aba Pai era uma forma pela qual os judeus se dirigiam a Deus, inclusive Jesus o fez (Mc 14:36). E os estrangeiros estavam, por meio de Jesus Cristo, recebendo também este direito, como filhos enxertados, logo participantes da raiz (Rm 11:17). Sendo assim, recebemos também o dever de entregar os dízimos e obedecer toda a Palavra de Deus (Is 56:6-7).

UTILIDADE DOS DÍZIMOS

 6-Qual a utilidade dos dízimos na casa de Deus? Ml 3:10. 

7-Do que sobrevivem os Sacerdotes que administram a casa de Deus? ICo 9:13-14. 

Neste texto, vemos que o dízimo pode ser usado para manter aqueles que vivem anunciando o evangelho, dirigindo igrejas de Deus e que vivem no altar do Senhor. Ne 13:10-12: Também entendi que o quinhão dos levitas se lhes não dava, de maneira que os levitas e os cantores que faziam a obra, tinham fugido cada um para a sua terra. Este texto diz que os levitas e também os cantores, que juntos faziam a obra, viviam dos dízimos. Nos v. 11 e 12 Neemias discute com os magistrados, porque eles teriam desamparado a casa de Deus, e ele diz: porém, eu os ajuntei e os restaurei no seu posto. Então todo o Judá trouxe os dízimos do grão e do mosto, e do azeite aos celeiros. O que vemos neste versículo foi uma resposta de Judá a má administração da igreja. Reteram os dízimos, então faltou o sustento para os levitas e para os cantores e estes abandonaram a obra de Deus, mas na medida em que Neemias os resgatou, os trouxe para o templo e os  colocou cada um no seu posto, toda Judá trouxe os dízimos ao celeiro do templo, como um sinal de satisfação com a nova direção do povo de Israel.

DEUS RECONHECE O SOFRIMENTO DO AGRICULTOR BRAÇAL

8-De que forma Deus cobrava os dízimos dos agricultores da época? Dt 14:28-29. 26:12-13.

Em cada três anos os agricultores dividiam os dízimos de tudo que colhiam; estes dízimos usados para sustentar os levitas pertencentes à tribo de Levi, os quais eram encarregados dos trabalhos do templo e do tabernáculo. Também eram destinados a ajudar os órfãos e as viúvas que não tinham condições financeiras para a sobrevivência e até os estranhos carentes.

At 6:1-4: Ora naqueles dias, crescendo o numero dos discípulos, houve uma grande murmuração dos gregos contra os hebreus, porque as suas viúvas eram desprezadas no ministério cotidiano. Escolhei pois, irmãos, dentre vós, sete varões de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio.

As viúvas eram acolhidas pelo ministério e os dízimos também eram usados para esse fim, aliás, não tem lógica a igreja pregar o amor e a justiça e desamparar as viúvas e os órfãos da sua própria comunidade. At 6:5 diz que este parecer contentou a todos e elegeram homens para isso. E a igreja de hoje? Também usam os dízimos para esse fim? Ao lermos Mc 12:41-44 compreendemos que era grande a preocupação de Jesus com os órfãos e principalmente com as viúvas.

O obreiro é digno de seu salário (Lc 10:7), mas também os cantores que, através da música, alegram a liturgia do culto e mantêm a igreja na glorificação a Deus. Muitos não têm tempo disponível para os ensaios, nem condições financeiras para se equipar com os aparelhos necessários. Para esses a liderança da igreja deve olhar com mais atenção, dando mais assistência, pois a estes Deus ama e requer cuidado (Ne 10:39; 13:10-12).

DOAÇÕES VOLUNTÁRIAS

9-Além dos dízimos, os crentes faziam doações voluntárias? ICr 29:5-10,17

Davi, os príncipes e o povo voluntariamente ofertavam a Deus com dinheiro, ouro, prata, cobre, ferro, pedras e até mão de obra, mas as doações eram feitas com amor a casa de Deus (v.3). Tudo o que temos, recebemos do Senhor. Nada mais justo, do que doarmos um pouco do que temos para a casa de Deus.

CUIDAR DOS NECESSITADOS

10-Em junho de 2012, um almoço servido em marmita custava em torno de R$ 8,00 em Primavera do Leste – MT. Com base nesse valor, seriam necessarios R$ 40.000,00 para alimentar 5.000 homens. Certa ocasião, de onde o Senhor Jesus mandou tirar essa despesa? Jo 6:2-7,10

Esse texto é um exemplo para a direção das igrejas de hoje. Em Ml 3:10 Deus fala que o dízimo é para manutenção de sua casa. Neste caso o dizimo é para manter os sacerdotes, os cantores, as viúvas e os órfãos servindo a Deus, porque cessar a fome alheia é um gesto de amor.

Mt 23:23 Disse Jesus: Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé. Deveis, porém fazer estas coisas e não omitir aquelas.

Lc 11:42 (up.) diz: Desprezais o juízo e o amor de Deus. Importava fazer estas coisas e não deixar as outras. A justiça e o amor devem ser considerados em primeiro lugar. Quando se devolve o dízimo por amor a causa faz-se justiça, mas quando se entrega apenas para ser visto como justo e para preservar a aparência, como fez o fariseu em Lc 18:11-12, não há nenhuma recompensa da parte de Deus, pois a si mesmo exaltou, e assim, poderá ser humilhado ( v.14up.).

Quando fizermos nossas colheitas, devemos olhar para o levita (aquele que está a serviço da igreja), o estrangeiro, o órfão e a viúva e com eles dividir os dízimos. Então podemos dizer a Deus: Tirei o que é consagrado de minha casa e dei também ao levita ao estrangeiro, ao órfão e a viúva, conforme a todos os teus mandamentos que me tens ordenado, nada traspassei dos teus mandamentos, nem dele me esqueci (Dt 26:12-13). Fazendo assim, estamos mantendo a casa de Deus como disse em Ml 3:10.

Publicado em 6 de setembro de 2006, em Estudos. Adicione o link aos favoritos. 19 Comentários.

  1. Gostaria que o irmão Gregório me explique pois estou com duvidas sobre este assunto.Os dízimos eram para o sustento dos sacerdotes e levitas por nao terem herança.Eles trabalhavam no templo mantendo os trabalhos de sacrifícios dos animais.Quando Jesus o Verdadeiro Cordeiro,morreu na Cruz o véu do templo se rasgou de cima abaixo mostrando ali que nao haveria mas necessidade daqueles rituais.A história mostra que a partir daquele momento a presença de Deus nao foi mas vista no templo pois o propósito do mesmo já havia se cumprido.Nos anos 70 da EC, o templo foi destruído pondo fim a levitas sacerdotes e rituais.Nao vemos no novo testamento nenhum dos discípulos e apóstolos ensinando ou recolhendo dízimos para ninguém.A igreja católica nos primeiros séculos usava outros métodos para arrecadar dinheiro,por entender que os dízimos eram ato cerimonial dos Judeus.Porque as igrejas insistem tanto em vincular dízimos com salvação,obrigação,lei que nao pode ser quebrada e vivem acusando os fieis de roubo?Na minha opinião quem freqüenta uma igreja deve dar o dizimo para o crescimento da pregação do evangelho mas nao por medo e chantagem piscologica e sim por amor a Deus.Cabe aos Pastores ensinar com coerência e honestidade.Aguardo o seu comentário e caso eu esteja errado nas minhas conclusões aceito o seu esclarecimento, ou ate de outra pessoa desde que o esclarecimento tenha respaldo Bíblico.Agradeco e que a Paz de Jesus esteja com todos.

    • Olá Carlos, obrigado pela visita, você disse em seu comentário que os dízimos eram para o sustento dos sacerdotes e levitas Por não terem herança. Eles trabalhavam no templo mantendo os trabalhos de sacrifícios dos animais. E é verdade, mas veja o mandamento de Deus em relação os dízimos em Dt : 26:12-13 que diz: Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita no ano terceiro, que é o ano dos dízimos, então os darás ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que comam dentro das tuas portas, e se fartem; E dirás perante o SENHOR teu Deus: Tirei da minha casa as coisas consagradas e as dei também ao levita, e ao estrangeiro, e ao órfão e à viúva, conforme a todos os teus mandamentos que me tens ordenado; não transgredi os teus mandamentos, nem deles me esqueci. Isto é a manutenção da casa de Deus da qual o Senhor se refere em Malaquias 3:10 que diz: Trazei todos os dízimos na casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa….Muitos anos depois, os Apóstolos, por ordem do Senhor Jesus, continuaram cuidando dos obreiros: Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar, participam do altar? Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho. I Coríntios 9:13-14. E eles cuidavam também das viúvas, At 6:1-3. E dos necessitados, principalmente, dos domésticos da fé, Gálatas 6:10.
      E qual foi as ordens do Senhor Jesus a seus obreiros? Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos, Nem alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordão; porque digno é o obreiro do seu alimento. Mt 10:9-10. Caro amigo Carlos, veja a descrição dos obreiros de Cristo e compare com a de muitos pastore de hoje, principalmente com os famosos da mídia. A sua opinião esta certa, os dízimos são exclusivamente para manutenção da casa de Deus, e não para enriquecer pastores avarentos que vivem prometendo curas e riquezas em troca de dízimos e ofertas, Mt 24:24. E sobre o templo de Jerusalém, você tem razão, ele foi destruído, mas outros foram erguidos no mundo, também para adoração a Deus, ao quais também exige manutenção, por isto o Senhor Jesus disse que devemos fazer juízo, a misericórdia e a fé, e não nos esquecermos de dar o dízimo, Mt 23:23. O dízimo deve ser ensinado como qualquer outro mandamento, e não ser tomado quase que a força, usando de pressão psicológica como hoje se ver. Deus abençoe você e sua família. Continue estudando a palavra de Deus, e com a ajuda do Espírito Santo, nunca serás enganado.

  2. Esclarecedor este estudo, muito edificante para minha vida.Muitos líderes cauterizam a mente de seus liderados fazendo-os acreditarem que são responsáveis pela manutenção da casa de Deus,sendo esta uma função do dízimo.Parabéns pelo estudo,e que Deus te dê graça e força para defender o verdadeiro evangelho.

  3. Joao smimiao Mabunda

    Agradeco pela menssagem do dizimo, gostei muito aconselho aqueles que ainda nao sao dizimista pra tomar um dicisao de ser fiel a Deus nos seu dizimos e oferta

  4. a paz!!!
    buscando ago sobre o quinto (dizimo) encontrei sua publicação,
    no tocante ao dizimo, q acontece quando você vê q o q é doado de ofertas e dízimos e ñ é empregado na obra como no tempos de atos dos apóstolos?
    abçs

  5. Essa questão é bastante discutida, e sempre os líderes ajustam a explicação de modo a incentivar os fiéis a devolverem o dízimo, outros preferem usar a palavra “cobrar”. Os textos apontados deixa muita dúvida. Não se tem na bíblia uma referência provando que jacó deu o dízimo! e se ele deu, quem recebeu, visto não existir o sacerdócio ainda em seu tempo, salvo o caso enigmático de Melquisedeque?

  6. Olá, a paz!

    Convido o(s) amigo(s) a ler um TCC acadêmico/teológico sobre o “dízimo” que está postado no site [ http://www.reformaja.org ] no link “arquivos”: A sombra do Templo no Dízimo e na Igreja.

    Também acreditamos que o material produzido faça parte do vosso ambiente de estudo e análise. Por esta razão, leia a pesquisa até o fim se for possível, pois o desenvolvimento do texto/teoria é realmente interessante.

    Um abraço!

  7. adorei tambem escrevo sobre este tema em meu blog
    http//quadrangularpqpaulista.blogspot.com

  8. É lamentável que ainda hoje , líderes como o Sr.ainda continue interpretando a passagem de Mateus 23:23, pensando no bolso . Colocando as palavras que lhe convêm, para justificar Dízimo … Sou Dizimista e ofertante na Igreja que congrego , mas não por julgo e sim por saber que a igreja necessita de verba para se manter , e nós como Cristãos , temos o dever de suprir as necessidades da igreja . Mas chegar ao ponto de dizer que (Lucas 11:42 (última parte) diz: Desprezais o juízo e o amor de Deus.Importava fazer estas coisas e não deixar as outras. A justiça e o amor devem ser considerados em primeiro lugar e quando se devolve o dízimo por amor a causa, faz-se justiça,——Trecho tirado do texto acima ), por favor como pode um líder dizer isto . Praticar amor e justiça é dar o Dizimo ?
    Caro colega, acho que houve um pequeno erro de interpretação da vossa parte com relação a este texto. A justiça que Deus quer que pratiquemos esta muito alem de dinheiro. quer que amemos uns aos outros sem olhar para condições financeiras, raça, se rico , se pobre etc….,quer que repartamos com o pobre, que alimentemos os famintos e que vistamos os que passam frio, que visitemos os cativos, os doentes, este é o amor e a justiça que Jesus se refere em mateus 23:23. Jesus jamais pensou em dinheiro!!!!!!!!!!!
    “Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.” (I Timóteo 6 : 10)

    Amor e Justiça :

    O fim do sermão profético. A vida eterna e o castigo eterno

    31 E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;
    32 E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;
    33 E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.
    34 Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;
    35 Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;
    36 Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.
    37 Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
    38 E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?
    39 E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?
    40 E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.
    41 Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
    42 Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
    43 Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.
    44 Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?
    45 Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.
    46 E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.

    Que Deus o Abençoe e que o Espirito Santo possa lhe dar a graça e paz em nome de Jesus ….
    Marcio

  9. Fico feliz em saber que a homens de DEUS que pregam a verdade pois louvo a DEUS pela vida do irmão amem.

  10. Graca pastor,dizimos…dizimos… acerca disso tem sido uma grande complicacao entre muitas igrejas. algumas igrejas ja obrigam ate a dar mais do que a decima parte, pois que um negocio para eles.eu pessoalmente como crista e filha de Deus, tenho o dever de agradr o meu pai, dando a minha parte para o sustento da casa de Deus. porque se nao contribuirmos todos, a casa de Deus nao havera alimento e nem obras serao feitas. a casa de Deus e\’ responsabilidades de todos nos… lembramo-nos de que quando os discipulos comecaram a exdortar a palvra e o povo que se convertia ate vendiam suas herdades para ajudarem-se uns aos outros, e isso hoje ja nao se ve. ora, se nao podem fazer isso, pelo menos contribuamos na casa do senhor com os dizimos! porque a igreja nao e\’ so do pastor, mas de todos nos. cada qual da como propos no seu coracao. se Deus merece a nossa obediencia para que o seu nome seja exaltado perante o reino das trevas, entao facamos apenas para a sua gloria. vamos levar o dizimo a casa do senhor nap so para que haja mantimento em sua casa, mas tambem para que o nome do nosso Pai seja glorificado. facamos por amor e nao por obrigacao. quem ama a Deus assim fara.PAZ!

  11. Ola Sr. Luiz Gregório, A Paz!!! Deixe-me usar este espaço para responder ao Wanderson….Wanderson, veja bem, sua atitude em questionar o contexto do texto é louvável, mas infelizmente não atingiu o alvo, pois sua interpretação do texto está com uma falha horrível e imperdoável. O texto que vc apresentou, realmente está direcionado aos Sarcedotes, porém em um outro contexto, estando diferenciado do DÍZIMO. Porque eles roubariam o que por herança eram deles? O DÍZIMO era herança dos Levitas e o DÍZIMO dos DÍZIMOS, dos Sarcedotes, então porque eles roubariam o que lhes pertenciam? Já parou pra refletir sobre isso?Leia com cuidado o Cap. 3 e veja quem é o destinatário desta mensagem. O povo de Israel é o real destinatário desta mensagem. Eles tinham a obrigação perante a Lei de DIZIMAR, contudo eles não estavam DIZIMANDO e com isto se desviando dos estatutos firmados com seus PAIS.Leia o texto abaixo e veja os destinatários em letras garrafais. Malaquias 31 ¶ Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro da aliança, a quem vós desejais, eis que ele vem, diz o SENHOR dos Exércitos. 2 Mas quem suportará o dia da sua vinda? E quem subsistirá, quando ele aparecer? Porque ele será como o fogo do ourives e como o sabão dos lavandeiros. 3 E assentar-se-á como fundidor e purificador de prata; e purificará os filhos de Levi, e os refinará como ouro e como prata; então ao SENHOR trarão oferta em justiça. 4 E a oferta de Judá e de Jerusalém será agradável ao SENHOR, como nos dias antigos, e como nos primeiros anos. 5 E chegar-me-ei a VÓZ para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os FEITICEIROS, contra os ADÚLTEROS, contra os que JURAM FALSAMENTE, contra os que DEFRAUDAM o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que PERVETEM o direito do estrangeiro, e NÃO ME TEMEM, diz o SENHOR dos Exércitos. 6 Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso vós, Ó FILHOS DE JACÓ, não sois consumidos. 7 ¶ Desde os dias de vossos pais vos desviastes dos meus estatutos, e não os guardastes; tornai-vos para mim, e eu me tornarei para vós, diz o SENHOR dos Exércitos; mas vós dizeis: Em que havemos de tornar? 8 Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. 9 Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação. 10 Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. 11 E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos. 12 E todas as nações VOS chamarão bem-aventurados; porque VÓS SEREIS UMA TERRA DELEITOSA, diz o SENHOR dos Exércitos. 13 ¶ As vossas palavras foram agressivas para mim, diz o SENHOR; mas vós dizeis: Que temos falado contra ti? 14 Vós tendes dito: Inútil é servir a Deus; que nos aproveita termos cuidado em guardar os seus preceitos, e em andar de luto diante do SENHOR dos Exércitos? 15 Ora, pois, nós reputamos por bem-aventurados os soberbos; também os que cometem impiedade são edificados; sim, eles tentam a Deus, e escapam. 16 Então aqueles que temeram ao SENHOR falaram freqüentemente um ao outro; e o SENHOR atentou e ouviu; e um memorial foi escrito diante dele, para os que temeram o SENHOR, e para os que se lembraram do seu nome. 17 E eles serão meus, diz o SENHOR dos Exércitos; naquele dia serão para mim jóias; poupá-los-ei, como um homem poupa a seu filho, que o serve. 18 Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que não o serve. Notou os destinatário em letras garrafais, excluindo a palavra SENHOR que tbm está em letras garrafais.Então é isso um abraço e fiquem com Deus!!!

  12. Olha gostei da Palvra ministrada mas eu acho que deviamos analizar um pouco o texto de malaquias se formos pegar o contesto logo vemos que malaquias esta sendo destinado aos sacerdotes e levitas. VEJA: 1:6 O filho honra o pai, e o servo ao seu amo; se eu, pois, sou pai, onde está a minha honra? e se eu sou amo, onde está o temor de mim? diz o Senhor dos exércitos a VÓS, Ó SACERDOTES, que desprezais o meu nome. E vós dizeis: Em que temos nós desprezado o teu nome?2:1Agora, ó sacerdotes, este mandamento e para vós.2:8 Mas vós vos desviastes do caminho; a muitos fizestes tropeçar na lei; corrompestes o pacto de LEVI, diz o Senhor dos exércitos.O fato e que em Malaquias: 3:9 fala que almaldiçoados são os levitas e os sacerdotes pois eles estavam roubando o dinheiro dizimado e ofertado.me perdoem se eu estiver errado nessa analise mas o meu objetivo e descobrir e mostrar a luz da Palavra de Deus

  13. Luiz estou contigo e não abro, essa questão de não dizimar é pura desculpa de gente avarenta, além de não fazerem o certo ainda ensina aos demais a fazerem o que é errado.Estamos sim debaixo da graça e não da lei, mas a biblia continua dizendo: não matarás, não roubarás, não adulterarás.., experimente cometer alguns destes mandamentos e verás se não estarás pecando. Assim também é com o dizimo, quer negar obediência? rasgue o antigo testamento, pois ele continuará dizendo que é ladrão aquele que não devolve o dizimo."E aqui certamente tomam dízimos homens que morrem, ali, porém, aquele de quém se testifica que vive(Hb 7: 8).

  14. Ola Sr. Luiz Gregório, A Paz!!! Segue um estudo que fiz e que está postado em meu blog:http://estudantesdabiblia.blogspot.com/2009/05/como-entender-o-dizimo-na-biblia.html"Há pelos menos 40 ocorrências da palavra dízimo em toda a Bíblia, excluindo-se as variáveis que se pode extrair desse nome, como “dízimas”. Como o próprio nome sugere, Dízimo representa a décima parte ou 10% de um montante.Mas o que era o Dízimo? Era uma ordenança? Uma tradição? Porque o povo "pagava" ou "entregava" o Dízimo? Qual o seu verdadeiro significado?Quando Deus resgatou o seu povo das mãos de Faraó e os guiou até a Terra Prometida, ordenou dizendo: (Nm. 18:20-21) "Disse também o SENHOR a Arão: Na sua terra herança nenhuma terás, e no meio deles, nenhuma parte terás; eu sou a tua parte e a tua herança no meio dos filhos de Israel. E eis que aos filhos de Levi tenho dado todos os dízimos em Israel por herança, pelo ministério que executam, o ministério da tenda da congregação". Arão, com toda a tua descendência, juntamente com os Levitas, não possuiu porção da terra que o Senhor havia de repartir entre os filhos de Israel. A ele e seus descendentes, Deus deu todas as coisas consagradas em Israel, veja (Nm. 18:14-19). E aos Levitas, Deus deu o Dízimo.Agora sabemos como foi instituído o Dízimo na lei dos judeus. Pois é razoável saber que Deus não se esqueceu do sustento daqueles que trabalhariam exclusivamente em seus serviços (Nm. 18:1-2).Em toda a Bíblia, excluindo-se (Gn 14:20; 18:22), o Dízimo aparece relacionado diretamente com a Lei. Em nenhum caso do Novo Testamento aparece esta cobrança entre os membros da igreja primitiva. Então por que é ensinado em algumas Igrejas que não dar o Dízimo é pecado? Em que se baseiam os que isso afirmam? Se a ordenança do Dízimo foi instituída para dar mantimento àqueles que trabalhariam exclusivamente nos serviços do Tabernáculos, a saber, aos Levitas, por que se ensinam que devemos dar o Dízimo, como se fosse uma obrigação?Quem dessa forma estão ensinando, estão pregando uma mentira. Jesus é o caminho, a VERDADE e a vida. Tudo na vida é mais fácil quando lidamos com a verdade, pois ela é libertadora (Jo 8:32) "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará". Com a verdade estamos em Cristo, mas com a mentira propagamos o que é pertinente ao diabo (Jo 8:44) "Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira". Precisamos pregar a VERDADE.Somos contemplados pela graça de Cristo, e ele opera a favor dos que falam a verdade e disso depende também a nossa Adoração (Jo 4:23) "Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem". E a verdade é esta: que os Apóstolos não infrigiram sobre a igreja, o peso dos judeus, a Lei (Gl 2:14) "Mas, quando vi que não andavam bem e direitamente conforme a verdade do evangelho, disse a Pedro na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus?" Sendo assim, não estamos sujeitos a Lei de Moisés, como estavam os Judeus e que ao meu ver estão assim até o dia de hoje, mas estamos na Dispensação da Graça.Como não há de se falar em Lei, não há de se falar em circuncisão, nem guardar o sábado, nem Páscoa, dentre outras coisas, não de se falar em Dízimo, pois este é instituído através da Lei aos Judeus.Muitos ao lerem isto poderiam se perguntar: então eu não tenho que dar dinheiro na minha Igreja? Não tenho que dar o Dízimo? A resposta mais sincera a esta pergunta é Não!!! Contudo, vejamos o que nos ensinou a Igreja Primitiva e os Apostolos. (At 4:32-35) "E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns. E os apóstolos davam, com grande poder, testemunhos da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça. Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casa, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos". Vemos nesta passagem o amor que cada um tinha pelo próximo, por seu irmão em Cristo. O desvínculo do apego aos bens materiais. Vemos o propósito de abençoar vidas que eles tinham ao entregar o preço de seus bens aos apóstolos. Isso demonstra um pouco de nossa responsabilidade financeira com a casa de Deus.Em (Co 16:1-24) podemos observar as coletas que eram feitas em favor dos Santos. Paulo exorta-os quanto ao procedimento de como esta coleta seria feita e diz: (v.2) "… cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, …", sendo assim, podemos ver a total ausência de obrigação, mas sim, um forte apelo quanto ao amor que cada um deveria pesar em seu coração para ofertar o seu melhor, contudo segundo a prosperidade de cada um.Com efeito, podemos notar nitidamente que entre os fiéis há, por vários motivos, pessoas necessitadas e pessoas que são abastadas. E que o Dízimo para alguns não significam nada, mas para outros, ele significa o pão dos filhos e que, às vezes, não dá nem para o mês todo. Seria prudente ensinar que essas pessoas que são necessitadas devam, por obediência ao Senhor, dizimar, sob pena de maldição por estarem roubando do Senhor?, conforme Malaquias 3:8 que diz: "Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas." Não. Não há de se falar que estas pessoas estão roubando do Senhor, pois não há lei que nos obrigue a dizimar como já foi visto. E aqui Malaquias está profetizando aos Judeus, povos que estão obrigados a dizimar pela Lei de Moisés.Agora que já vimos que não somos obrigado a dizimar e compreendemos que somos chamados a abençoar nossos irmãos mais necessitados, não usem este texto como desculpa para não contribuírem com a obra de Deus. Apenas certifique-se que realmente estejam usando suas contribuições para ajudarem outras pessoas que necessitem ou que se dediquem exclusivamente a obra de Deus.E aqueles que apregoam maldições para a vida daqueles que não podem contribuir com o dizimo, certifique-se de não amaldiçoar aqueles a quem Cristo abençoou, levando sobre si toda maldição".

    • paz no seu coração
      grande e querido irmaõ.fico feliz que tem pessoas como vc…que realmente conhecem a verdade e pode mostrar na biblia o que diz..estou cansado de procurar igrejas que preguem o verdadeiro amor de CRISTO agora faço estudos com minha familia em casa com certeza esse senhor que defende piamente o dizimo é mais um que sem o dizimo cobrado nas igrejas não seria um pregador…..depois que estou fazendo estudos em casa adorando a DEUS com minha familia minha vida melhorou estou muito abençoado glorias a JESUS MARAVILHOSO estava me afundando em dividas por causa da ultima igreja que frequentei,,,a paz do senhor JESUS irmão..

  15.  ola´ adorei seu Blog.
    Parabens, sou SUD…
     
    quero que vc me add eu como seu amigos OK
    até mais yeah

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 48 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: