O CASAMENTO

  

“E criou Deus o homem, a sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea, e Deus os abençoou, e Deus lhes disse: frutificai e multiplicai-vos e enchei a terra”. Gn. 1: 27 e 28 p.p.

 

A CRIAÇÃO DO HOMEM

 

“E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em seus narizes o fôlego da vida, e o homem foi feito alma vivente”. Gn. 2: 7.

 

A CRIAÇÃO DA MULHER

 

“Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e serrou a carne em seu lugar; e da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão”. Gn. 2: 21 e 22.

 

O PRIMEIRO CASAMENTO

 

“E disse o Senhor Deus: não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele”. Gn. 2: 18.

 

Deus criou o homem do pó da terra e de uma de suas costelas formou a mulher. Em seguida Deus fez o casamento dos dois com o objetivo de povoar a terra. Adão recebeu a mulher das mãos de Deus e disse: “esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne, esta será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada”. Gn. 2: 23.

Gen 1:28 – Deus celebrou o primeiro casamento abençoando o casal, caracterizando assim, como sacramento, por ser uma instituição Divina. Através desta instituição foi formada a primeira família, e conseqüentemente o mundo que hoje existe, de onde são tirados e separados pelo o Espírito Santo, homens para servir a Deus e anunciar o seu Evangelho eterno.

 

1ª Como o casamento deve ser considerado?

 

Hb. 13: 4. “Venerado seja entre todos o matrimonio e o leito sem mácula, porem aos que se dão à prostituição e aos adúlteros Deus os julgará”.

O casamento deve ser considerado uma benção, deve ser venerado, respeitado e sem mácula, ou seja, livre de atos pecaminosos que venha manchar a beleza e o princípio moral do casamento.

 

2ª O que o jovem e a jovem devem fazer para se casarem?

 

R. Mc. 10: 7. “Por isso deixará o homem a seu pai e sua mãe, e unir-se-á a sua mulher”.

Deixar pai e mãe não significa desprezá-los, mas sair de suas casas e investir na vida a dois para uma melhor adaptação. Ambos tiveram criação e costume diferentes e a privacidade é muito importante na conservação do amor, e o amor pode tirar esta diferença unindo o casal para toda vida. Os pais devem continuar sendo amados e honrados por toda vida, pois isto é mandamento de Deus. Ex. 20: 12.

 

3ª Como é considerado por Deus, o casal que vive segundo a sua vontade?

 

R. Mc. 10: 8. “E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne”.

O homem e a mulher, quando unidos pelo casamento no Senhor, são considerados por Deus, uma só carne, porém, devem guardar os mandamentos e viver amando e respeitando um ao outro na presença de Deus.

 

4ª Que orientação Deus da aos jovens que desejam um bom casamento?

 

R. II Cor. 6: 14. “Não prendais a um jugo desigual com os infiéis, porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?”

Deus usou Paulo para alertar os jovens fiéis quanto ao seu futuro cônjuge, pois a fé e o caráter da pessoa são muito importantes no casamento, pois é uma escolha para o resto da vida. Por isso Abraão pediu a seu servo mais velho, que fizesse juramento de que não tomaria esposa descrente para seu filho Isaque. Gn. 24: 2 e 3. “E disse Abraão ao seu servo, o mais velho da casa, que tinha o governo sobre tudo o que possuía: põe agora a tua mão debaixo da minha coxa, Para que eu te faça jurar pelo Senhor Deus dos céus e Deus da terra, que não tomarás para meu filho mulheres das filhas dos cananeus no meio dos quais eu habito”. A igreja que é filha de Abraão pela fé deve seguir seus exemplos.       

    

5ª Que conseqüência o casamento de Esaú com cônjuge desigual, trouxe a seus pais?

 

R. Gn. 26: 34 e 35 “Ora sendo Esaú da idade de quarenta anos, tomou por mulher a Judite, filha de Beerí, heteu, e a Basemate filha de Elom, heteu. E estas foram para Isaque e Rebeca uma amargura de espírito”.

Isaque e Rebeca sofreram amargura de espírito, pois suas noras, esposas de Esaú, eram filhas de heteus, homens nascidos em Canaã da palestina que não serviam a Deus. Com o passar dos dias, Esaú entendeu que suas esposas eram más aos olhos de seus pais, e tentou remediar seu erro, casando-se com mulheres da descendência de Abraão, Gn 28: 8 e 9. Porem, só veio sentir o peso da desobediência, quando seu pai lhe abençoou, e em oração disse: “E pela tua espada viverás, e a teu irmão servirás, acontecerá, porem, que quando te libertares, então sacudirás o seu jugo do seu pescoço”. Gn. 27: 40.        

 

6ª Quantos anos devem durar o casamento dos servos de Deus?

 

R. Rm. 7: 2. “Porque a mulher que está sujeita ao marido enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido”.

Até que a morte os separe – este é o prazo que Deus estabeleceu para o casamento de seus servos. Mc. 10: 9 Jesus disse: “portanto o que Deus ajuntou não o separe o homem”.  Porém, morto o marido, a mulher está livre, podendo, se quiser, casar-se de novo. E vice-verso. I Cor. 7: 39 A mulher está ligada pela lei todo tempo que o marido viver; mas, se falecer o seu marido, fica livre para casar com quem quiser, contando que seja no Senhor”.

 

7ª Que pecado no casamento da o direito ao cônjuge inocente exigir o divórcio?

 

R. Mt. 19: 9. “Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa da prostituição, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério”.  

A prática de dar carta de divórcio por qualquer motivo, é dos fariseus, porque, para Jesus quem fizer isto, não sendo por infidelidade, comete adultério. Não deve existir no vocabulário dos casais servos de Deus, a palavra divórcio ou separação.

 

8ª Que recomendação faz Deus aos casais seus servos?

 

R. I Cor. 7: 10. “Todavia, aos casados, mando, não eu, mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido”.

Mulher que fica dias ou meses viajando sem o marido atrai tentação para dentro de sua casa, podendo atrapalhar para sempre o relacionamento com o seu marido.  

9ª Se o casal se separar sem ser por adultério, qual a decisão a ser tomada?

 

R. I Cor. 7: 11. “Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher”.

Se porventura se separar e não conseguir ficar sem a mulher, ou a mulher sem o marido, é melhor fazer um acordo, pois ambos estão proibidos de arrumar outro casamento. Quantos diáconos, diaconisas, presbíteros e até pastores estão à frente dos trabalhos nas igrejas, vivendo um segundo casamento, sem que seu primeiro cônjuge tivesse adulterado. Esses, segundo Jesus, estão vivendo em adultério.

 

10ª O marido ou a mulher tem poder sobre o seu próprio corpo?

 

R. I Cor. 7: 3 e 4. “O marido pague a mulher à devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido, a mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-na o marido; e também da mesma maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-na a mulher”.

O marido deve pagar a mulher à devida benevolência, ou seja, satisfazer o desejo dela como marido. Ex. 21: 10 u.p. Diz: “O marido deve cumprir sua obrigação marital para com a sua mulher”. Ou seja, dar a ela o direito realizar seus desejos com o homem que ama e que Deus lhe deu como esposo, assim, vice-verso. Quanto à mulher se sujeitar ao marido Paulo diz: “voz mulheres, sujeitai a vossos maridos, como ao Senhor, porque o marido é a cabeça da mulher, como também cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeita a seus maridos. Vós maridos amai vossas mulheres como também cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela Ef. 5: 22 – 25

A mulher deve amar e respeitar o seu marido da mesma forma que a igreja ama e respeita a Jesus. O marido também deve amar sua mulher, da mesma forma que Cristo amou a igreja, e deu a sua vida por ela. Se o marido amar sua família, a ponto de dar a sua vida por ela, adquire o direito de ser senhor de sua casa como Cristo é o Senhor da igreja.

 

11ª como deve ser o relacionamento entre marido e mulher, e pai e filho?

 

R. Cl. 3: 18 a 21. “Vós mulheres estais sujeitas a vossos próprios maridos, como convém no senhor; vós, maridos, amai a vossas mulheres, e não irriteis contra elas. Vós, filhos, obedecei em tudo a vossos pais; porque isto é agradável ao Senhor. Vós, pais, não irriteis a vossos filhos, para que não percam o animo”.

A sujeição que Paulo questiona, é que, as mulheres se limitem em sua liberdade, porque depois de casadas, elas estarão sujeitas a satisfazerem mais as vontades do marido do que as suas, assim elas têm o direito de ser correspondidas. Por isso Paulo fala para os maridos amarem suas mulheres, e não irritar contra elas, pois quem ama não maltrata, mas zela com carinho. Ambos precisam amar e ser amados. O amor é o ingrediente principal para formação da família e é a razão pela qual Deus constituiu o casamento. Quanto aos filhos, Deus pede para obedecer aos pais, e que os pais amem seus filhos.                   

      

Anúncios

Publicado em 12 de novembro de 2008, em Estudos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. maravilhoso lindo eternamente fiel .

  2. BOA PALAVRA!SATANAS TEM TENTADO DENTRO DE MUITOS LARES E LEVADO FAMILIAS A RUINA.VISTO QUE O CASAMENTO É ABENÇOADO POR DEUS O DIABO NAO PERDE TEMPO EM ARMAR SILADAS PARA NOS,E DEPOIS ELE VEM COM A MAIOR CARA DESLAVADA NOS ACUSAR PERATE DEUS.MAS GRAÇAS A DEUS QUE NOS TEMOS UM ADVOGADO JUSTO E FIEL,SEMPRE PRONTO A NOS PERDOAR E NOS AJUDAR A RECOMEÇAR DENOVO!

  3. Otimo texto ..

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: